10 de set de 2008

25 anos da ABS.

A Associação do Bairro de Sambaqui (ABS), comemorou seus 25 anos de fundação com um coquetel, realizado no dia 23 Agosto às 20h na atual secretaria (anexo ao Casarão), na ponta do Sambaqui.

A ABS foi criada em 28 de agosto de 1983, cuja luta sempre foi pela defesa do patrimônio ecológico, histórico e cultural do bairro de Sambaqui. Suas principais realizações foram: A instalação de uma praça pelo sistema de mutirão; um parque infantil; obtenção da antiga casa da Alfândega (Casarão) para uso comunitário; revitalização do folclore local (boi-de-mamão, pau-de-fita, ratoeira, terno de reis, renda-de-bilro); efetivação de debates políticos; apoio para a realização anual da Festa da Santa Cruz; exposições de pintores, escultores e outros artistas locais; realização anual da gincana do bairro (GINCAPONTA); palestras e debates educativos, oficinas (teatro, canto, cerâmica, renda-de-bilro e tear).

O evento contou com a participação da comunidade que assistiu a vários depoimentos sobre a história da ABS. Algumas pessoas foram homenageadas (veja as fotos) como, por exemplo, os fundadores, ex-diretoria, colaboradores, a atual diretoria e pessoas que nasceram no Casarão, como a Sra. Eurídice e a Sra. Vanda. Cada pessoa homenageada recebeu um “pão-por-Deus” em formato de coração, em couro e renda de bilro contendo um versinho de agradecimento.

Para o historiador e ex-diretor da ABS, Sérgio Ferreira, a Associação do Bairro de Sambaqui ao longo desses anos teve um papel fundamental para a comunidade. Atuando não só nas reivindicações mas também na preservação da vida e da cultura, como aconteceu com o boi-de-mamão que se tornou um símbolo de luta, chamando a atenção para preservação do meio ambiente e da cultura local. Sérgio Ferreira também trouxe novidades sobre o processo licitatório para a restauração do Casarão, informando que ocorreu a abertura da carta convite mas que infelizmente não apareceu nenhuma empresa interessada, e que nesse mês será aberto um novo processo licitatório.

Após as devidas homenagens o coquetel foi abrilhantado com a participação do cantor Reinaldo e dos músicos, Carlinhos, mestre do boi, e Mauro, que foi o primeiro diretor da ABS.

Assista no vídeo abaixo, produzido por Angelita Brandão, os depoimentos de Sérgio Ferreira, Sra. Vanda e Sra. Eurídice.






2 comentários:

Regina disse...

Parabéns Angelita! Seu Blog ficou muito bom e as matérias bem fiéis aos acontecimentos.

Mauro Ramos Martini disse...

Ficou massa a reportagem da festinha, pena que eu cheguei tarde e não sai na foto! HAHAHA!