6 de abr de 2009

ETE: TRATAMENTO DE ESGOTO Ontem e Hoje

INFORMES: Mudança de paradigma

No dia 26/03 ás 16h na Casan, aconteceu a reunião do Conselho Municipal de Saneamento. Estiveram presentes todos os Membro do Conselho e o Sr. Cezar de Luca, diretor da Casan, presentou o projeto original para o tratamento de esgoto no Distrito de Santo Antônio de Lisboa. Após isso ele argumentou que a decisão de suspender a construção da ETE na Barra do Sambaqui foi devido a quatro motivos.

1º- Órgão ambientais que já haviam aprovado o projeto recuaram argumentando a ineficiencia do mesmo;

2º- A população não aceitou o projeto entendendo que poluiria o meio ambiente;

3º- O lugar não é adequado;

4º- Para proteger a baía Norte e Sul de poluentes, será desenvolvido um projeto no continente, para que todo o esgoto gerado e pré tratado seja enviado para alto mar.

Solução apresentada: Serão feitos 3 emissários: um nos Ingleses, 2 no Campeche, 3 na Lagoa de Conceição. A rede começará no Distrito de Santo Antônio de Lisboa, depois no João Paulo, Saco Grande, Centro, Ribeirão da Ilha e levará o esgoto bruto até o Campeche onde será feito um pré-tratamento e enviado via emissário submarino para alto mar.

A EIA RIMA já se encontra nas mãos da FATMA (Fundação do Meio Ambiente) para aprovação. Após isso será feita uma audiência pública, sem local definido.


Por Ralf Wagner, Membro do Conselho de Saneamento da Ilha de Santa Catarina.

Nenhum comentário: